VOLTAR

Crescimento de quase 1,6% em Maringá supera taxas do Paraná e Brasil


Ricardo Barros - Crescimento de quase 1,6% em Maringá supera taxas do Paraná e Brasil

A cidade ganhou 6.656 habitantes em um ano e atingiu 423 mil moradores, segundo o IBGE. Na região, crescimento populacional foi menor. Sarandi e Paiçandu tiveram aumento de 1,2% no período.

 

Anualmente, no mês de agosto, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulga a estimativa populacional dos 5.570 municípios e 27 estados brasileiros. O levantamento deste ano foi divulgado nesta quarta-feira (28) e a taxa de crescimento do país foi de 0,79%, já no Paraná, de 0,75%. Ao todo, o Brasil tem 210,1 milhões habitantes. Se comparado a 2018, houve queda no crescimento populacional. Já em Maringá, a projeção de crescimento deste ano foi uma das maiores do Paraná, de quase 1,6%. A cidade tem hoje 423.666 habitantes. Em 2017, eram 417.010 moradores. Em Sarandi e Paiçandu, as taxas populacionais foram menores que as de Maringá, mas também expressivas (1,2%). Segundo o IBGE, Sarandi tem 96.688 habitantes e Paiçandu, 41.281. O técnico do IBGE em Maringá, Sérgio Ricardo Braga da Silva, comenta as novas estimativas populacionais dos três municípios.

 

Silva reforça que as estimativas municipais servem de parâmetro para cálculo do FPM (Fundo de Participação de Estados e Municípios), feito pelo TCU (Tribunal de Contas da União). Ou seja, que os dados são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos.

 

Ainda de acordo com as estimativas do IBGE, neste ano pouco mais da metade da população brasileira (57,4% ou 120,7 milhões de habitantes) se concentra em 5,8% dos municípios com mais de 100 mil habitantes. Municípios menores, com 500 mil moradores, concentram quase ? dos brasileiros. São Paulo continua sendo o município mais populoso do país, com 12,2 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,7 milhões) e Brasília (3,0 milhões).

 

Fonte: CBN Maringá
Foto: Imagem Ilustrativa/saneamentobasico.com.br