VOLTAR

Apucarana e Umuarama recebem R$ 9,6 milhões para reforçar atendimento na região

Os recursos são destinados aos municípios que integram os consórcios Cisvir e Cisamerios. O objetivo é ampliar e qualificar os serviços oferecidos à população na região

Ricardo Barros - Apucarana e Umuarama recebem R$ 9,6 milhões para reforçar atendimento na região

A população dos municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ivaí e Região (Cisvir) e o Consórcio Intermunicipal de Saúde Amerios (Cisamerios), no estado do Paraná, será beneficiada com o reforço de R$ 9,6 milhões para fortalecer os serviços de saúde local. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante encontro com prefeitos e secretários de saúde, neste sábado (20), nas cidades polos dos consórcios Umuarama (Cisamerios) e Apucarana (Cisvir).
“Com esse reforço financeiro nós esperamos ampliar e melhorar o atendimento à população na região. Apucarana e Umuarama se destacaram como dois importantes polos e agora poderão qualificar a assistência e os serviços ofertados na rede pública de toda a região que compõem os consórcios Cisvir e Cisamerios”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.
Confira apresentação completa em Umuarama (PDF)Confira apresentação completa em Apucarana (PDF) 
Para o município de Umuarama e região do Consórcio Cisamerios, foram liberados R$ 6,9 milhões para habilitação de novos serviços. Deste total, R$ 1,3 milhão será destinado à ampliação e melhoria dos serviços ofertados pelo Instituto Nossa Senhora Aparecida e pela Associação Beneficente São Francisco de Assis, ambos hospitais filantrópicos. Outros R$ 4,8 milhões são referentes à expansão da oferta de serviços de média e alta complexidade na região e R$ 374,6 mil serão destinados à habilitação de serviços de Terapia Renal Substitutiva no município. Para o consórcio, serão repassados cerca de R$ 395 mil para ampliar o atendimento à população nos municípios contemplados.
Para o município de Apucarana e região do Consórcio Cisvir, foram liberados R$ 2,7 milhões para habilitação de novos serviços. Deste total, R$ 1,5 milhão será destinado à melhoria dos serviços ofertados no Hospital da Providência, R$ 337,3 mil serão investidos na habilitação de serviços de Terapia Renal Substitutiva em Apucarana. Para os municípios que integram o Consórcio Cisvir, serão destinados R$ 885 mil para ampliar o atendimento ofertado na média e alta complexidade aos moradores da região.
OUTROS RECURSOS - Nesta gestão, os municípios que compõem o Consórcio Cisvir foram contemplados com um reforço de R$ 37,1 milhões para ampliar e qualificar o atendimento à saúde da população.  Em 2016, foram liberados R$ 17,6 milhões, sendo R$ 7,5 milhões para habilitar ou qualificar serviços/leitos que funcionavam sem contrapartida federal e R$ 10,1 milhões referentes às emendas parlamentares.
Em 2017 foram liberados R$ 18,5 milhões, sendo R$ 6,6 milhões para custeio de serviços/leitos que funcionavam sem recursos federais e R$ 11,8 milhões por emendas parlamentares. O Consórcio também foi contemplado com R$ 951,6 mil para reforçar o atendimento na Atenção Básica, com a habilitação de oito equipes de Saúde da Família (sete em Kaloré e uma em Novo Itacolomi) e uma equipe de Núcleo de Apoio à Saúde da Família no município de Sabáudia. Além disso, Arapongas foi contemplada com o reforço no custeio para a UPA 24hs do município na ordem de R$ 3 milhões.
Para os municípios que integram o Consórcio Cisamerios, apenas nesta gestão, foram repassados R$ 42 milhões para fortalecer o atendimento à população. Em 2016, foram liberados R$ 19,4 milhões. Deste total, R$ 10,8 milhões foram para habilitar serviços/leitos que funcionavam sem contrapartida federal e R$ 8,6 milhões por emendas parlamentares.
Em 2017, foram liberados R$ 22,4 milhões. Deste total, R$ 11,6 milhões foram destinados ao custeio de serviços que funcionavam sem recursos federais e R$ 10,8 milhões referentes a emendas parlamentares. O Consórcio Cisamerios também foi contemplado com R$ 156,3 mil para ampliar o atendimento na Atenção Básica dos municípios, com a habilitação de quatro equipes de Saúde Bucal (uma em Maria Helena e três em Umuarama).   
Fonte: Ministerio da Saúde