VOLTAR

Construção do Hospital da Criança não corre risco de paralisação, afirma Ricardo Barros


Ricardo Barros - Construção do Hospital da Criança não  corre risco de paralisação, afirma Ricardo Barros

A construção do Hospital da Criança não corre risco de paralisação. Há recursos no orçamento do Governo do Paraná e o governador Ratinho Jr (PSD) firmou um compromisso com a sociedade maringaense de concluir a obra. As afirmações são do deputado federal Ricardo Barros (Progressistas) em entrevista à rádio CBN Maringá na manhã desta quarta-feira (10). 

“Não faltarão recursos para a obra. O governador Ratinho Jr fez um compromisso com a sociedade de Maringá. Ele garantiu a conclusão do hospital em reunião com o Codem (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá)”, disse Ricardo Barros. 

Em Maio, o governador esteve na Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim) onde se reuniu com representantes do Codem e garantiu a conclusão das obras. O mesmo posicionamento foi repetido à imprensa em coletiva na Expoingá. 

De acordo com Ricardo Barros, existem R$ 536 milhões no orçamento do Estado para investimentos em Saúde. “De fato não há uma rubrica específica como argumentou a secretaria da Saúde. Isso não é problema, pois há R$ 536 milhões no Orçamento para investimentos na área e o compromisso do governador com a sociedade maringaense”, reforçou Barros. 

 

FINANÇAS – O deputado lembrou ainda que a governadora Cida Borghetti (Progressistas) entregou o Paraná com a melhor condição financeira e fiscal do país e com R$ 6,4 bilhões em caixa, de acordo com o relatório oficial publicado no Portal da Transparência do Estado.

“Além disso, a secretaria da Fazenda informou, em resposta a um requerimento da deputada estadual Maria Victoria, que há recursos para todos compromissos assumidos no governo Cida Borghetti”, salientou Ricardo Barros. 

 

HOSPITAL – O Hospital da Criança é resultado de uma parceria do Governo do Estado, prefeitura de Maringá, Governo Federal, Organização Mundial da Família (OMF) e prefeitura de Maringá. A construção da unidade foi idealizada pela deputada estadual Maria Victória. 

O Ministério da Saúde destinou R$ 90 milhões e o Estado investirá outros R$ 30 milhões. Já a Organização Mundial da Família está aplicando cerca de R$ 40 milhões no projeto. 

A obra, na área do antigo aeroporto da cidade, está em fase de montagem e dentro do cronograma. A previsão é que essa fase seja finalizada em novembro. 

O Hospital da Criança terá 160 leitos com 21 especialidades, entre elas oncologia, ortopedia, cardiologia, gastroenterologia e endocrinologia. Atenderá mais de 100 municípios da macrorregião noroeste beneficiando 3 milhões de pessoas.  Contará também com um centro de pesquisas em doenças raras.