VOLTAR

Ricardo Barros comemora inclusão da doença de chagas na lista nacional de notificação compulsória


Ricardo Barros - Ricardo Barros comemora inclusão da doença de chagas na lista nacional de notificação compulsória

 

O deputado federal Ricardo Barros comemorou a publicação da portaria que incluiu a doença de chagas crônica na lista nacional de notificação compulsória de doenças. A portaria do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi publicada nesta semana no Diário Oficial da União. A lista é um registro que obriga e universaliza as notificações, visando o rápido controle de eventos que requerem pronta intervenção. 

 

Barros explica que a inclusão da doença de chagas na lista nacional  auxiliará no mapeamento, diagnóstico e tratamento dos portadores da doença. “As informações estarão completas no sistema o que facilitará a construção de políticas públicas e ações específicas para combater à doença que ainda atinge milhares de brasileiros”.

 

O assunto foi tema uma audiência pública, em junho de 2019, convocada por Ricardo Barros na Comissão de Seguridade Social e Família.

 

Segundo estimativas recentes, há no Brasil entre 1,9 milhão a 4,6 milhões de pessoas afetadas pela doença, o que significa uma prevalência que varia de 1% a 2,4% da população total do País, uma das maiores taxas entre as doenças infecciosas. 

 

"Por ano, cerca de seis mil mortes registradas são associadas à doença no Brasil, mas esse número não leva em consideração a provável subnotificação da doença”, alertou o deputado.

 

Além da doença de chagas, a portaria do Ministério incluiu a também a criptococose, a esporotricose humana e a paracoccidioidomicose.