VOLTAR

Ex-ministra da Agricultura, Kátia Abreu se filia aos Progressistas

A ex-ministra está no segundo mandato de senadora pelo Tocantins

Ricardo Barros - Ex-ministra da Agricultura,  Kátia Abreu se filia aos Progressistas

A senadora Kátia Abreu (TO) agora é Progressistas. A filiação foi anunciada nesta sexta-feira (6) pelo presidente nacional senador Ciro Nogueira. O senador agradeceu aos deputados Lázaro Botelho e Arthur Lira, líder na Câmara, pela atuação para garantir a filiação da senadora na legenda. Segundo Ciro Nogueira, o trabalho, a liderança e a experiência de Kátia Abreu vão fortalecer o partido, além de ser mais uma mulher para compor o Progressistas. 

“Dedicada com o trabalho e com uma história que fala por si. É um orgulho recebê-la em nossa família Progressista para trabalhar muito pelo Tocantins e pelo Brasil”, disse Ciro.

Kátia além de ex-ministra da Agricultura e Pecuária do Brasil também foi deputada-federal e atualmente está no segundo mandato de senadora pelo Tocantins. Durante a apresentação Kátia lembrou que as eleições para presidente da câmara dos deputados estão chegando e agradeceu as boas-vindas calorosa dos colegas e amigos. Ela afirma estar mais determinada a trabalhar e comprometida com o apoio ao crescimento dos seus colegas de partido e do Progressistas.

 

FIM DOS SUPERSALÁRIOS - Na relatoria da comissão especial do extrateto, a senadora Kátia Abreu apresentou uma proposta, aprovada por unanimidade, que prevê o fim aos chamados supersalários, aqueles acima do teto constitucional.  Em seu relatório final apresentou a regulamentação do teto remuneratório, maior transparência aos portais de acesso à informação e a penalização para agentes que autorizam o pagamento acima do limite constitucional.

 

BOX: Quem é Kátia Abreu?

Kátia Abreu, é formada em psicologia, nasceu em Goiânia (GO), em 02 de Fevereiro de 1962. Desde cedo dedica-se ao trabalho. Com 15 anos se tornou professora de uma escola para excepcionais em Goiânia, a Pirilampo. 10 anos após ficou viúva aos 25 anos, com três filhos pequenos: Irajá, Iratã e Iana. Mudou-se para o Norte de Goiás (hoje Tocantins) para assumir o comando de sua propriedade rural após a morte do marido. Mesmo sem ter habilidade para aquele tipo de trabalho, enfrentou grandes desafios, aprendeu a cuidar da fazenda e de seus afazeres e tornou-se a primeira mulher presidente de um sindicato rural no Brasil, em Gurupi. 

 

Sempre disposta a aprender, dedicou-se à atividade agropecuária em seu estado. Kátia Abreu chegou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, tornando-se a primeira mulher a ocupar a chefia da pasta e também a primeira representante do Tocantins a ocupar um ministério. Foi presidente por três mandatos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Atualmente senadora do seu estado é incansavelmente persistente na hora de defender a queda dos impostos na agricultura e nos projetos que podem melhorem a vida das famílias brasileiras.

Crédito da foto: Pedro França/Agência Senado
Direitos autorais: Senado Federal do Brasil